Gerenciando PPAs graficamente

Quem usa Ubuntu ou derivados dele, como o Linux Mint, pode gerenciar PPAs graficamente. Quem nos lembra disso é o companheiro de VOL “izaias”, que publicou a dica abaixo:

– Removendo PPAs graficamente no Ubuntu

Outra forma de fazer isso é utilizar um programa que se pode buscar num PPA. Trata-se do “Y PPA Manager”, cujas funções e instalação vêm bem descritas em outro link:

Como instalar Y PPA Manager 2014.04.17-1 no Ubuntu 14.04 e Linux Mint 16

Siga os links e divirta-se.

Fedora Utils: mais uma opção

A postagem anterior foi sobre o easyLife; esta é sobre outra opção de programa para configurar facilmente o Fedora 20.

O nome é o do título: Fedora Utils. O autor é Satyajit Sahoo, que presumo seja indiano.

A instalação pode ser feita com o seguinte comando:

su -c "curl http://satya164.github.io/fedorautils/fedorautils-installer -o fedorautils-installer && chmod +x fedorautils-installer && ./fedorautils-installer"

Copie e cole a linha acima (é uma só) no seu terminal e forneça a senha de root quando pedida.

Mais informações sobre o Fedora Utils podem ser encontradas abaixo:

http://satya164.github.io/fedorautils/

EasyLife para o Fedora 20

O duli, meu colega de profissão (ele também é advogado), já lançou o “arruma-tudo” para o Fedora 20, o conhecido e muito requisitado easyLife.

Para que ele serve? Serve para instalar codecs, java, flash-plugin, configurar o sudo e muito, muito mais. E tudo isso simplesmente marcando as opções numa lista.

Ouso dizer que, com o easyLife, o Fedora passa a ser uma distribuição muito fácil de configurar, podendo ser utilizado por quem sabe pouco ou mesmo quase nada de Linux.

Visitem a página do projeto para baixar o RPM do easyLife, que pode ser instalado com um duplo-clique (simples assim).

http://easylifeproject.org/

Y PPA Manager – gerencie seus PPAs com facilidade

O programa desta dica serve para o Ubuntu e seus derivados, todos eles.

Com ele você realiza tarefas complicadas com PPAs, como recuperar chaves, remover e adicionar fontes (PPAs) com segurança, corrigir erros de assinaturas GPG e outras mais, além de realizar buscas em todo o Launchpad por programas hospedados em PPAs.

Se você tem aí erros relacionados aos seus PPAs, recomendo o Y PPA Manager como possível solução.

Instalando:

sudo add-apt-repository ppa:webupd8team/y-ppa-manager -y
sudo apt-get update && sudo apt-get install y-ppa-manager

Para utilizar, procure o programa pelo Dash do Unity ou utilize o menu de sua interface gráfica preferida (KDE, XFCE, LXDE etc.).

O programa é bastante intuitivo, estando as opções mais interessantes no ícone “advanced“, conforme imagem abaixo:

y-ppa-manager
clique na imagem para ampliá-la

O único senão é que não há tradução, ou seja, você vai ter que usar o Y PPA Manager em inglês.

Compositor (sombras e transparências reais) no Linux Mint Mate 15

O Mate é um fork do Gnome 2 que já chegou à versão 1.6.

Como o Gnome 2, ele tem um compositor próprio, mas que não funciona bem. Para utilizar esse compositor próprio, que faz parte do gerenciador de janelas Marco, siga minha dica:

No corpo da dica acima há um link para uma dica anterior, relativa ao Linux Mint Mate 13, que é a versão LTS e utiliza o Mate 1.4.

Bom, se o compositor nativo funcionar para você, ótimo! Fique com ele. Mas se não funcionar, instale o Compton e o coloque para inciar via edição do arquivo .profile do seu usuário, única maneira de fazê-lo funcionar corretamente.

Vamos por a mão na massa, então.

1. Abra um terminal e digite:

sudo add-apt-repository ppa:richardgv/compton -y
sudo apt-get update && sudo apt-get install compton

2. Teste o Compton, pelo terminal:

compton -c

Se funcionar, resta fazer com que o Compton inicie pelo seu arquivo .profile.

3. E para isso, ainda pelo terminal, faça:

cd ~
pluma .profile

Adicione a linha abaixo no final (e salve, obviamente):

compton -c -r 16 -l -24 -t -12 -G -b &

Pronto! Reinicie sua sessão do Mate e veja o Compton em ação.

Desligue o rolagem horizontal no Unity

Esta dica vale para o Unity do Ubuntu 13 (versão 04 ou 10, tanto faz). E acredito que funcionará também no Gnome Shell 3.6 e 3.8, cabendo a você descobrir se realmente funciona, já que eu não uso essa interface.

O configurador padrão para o touchpad não permite desabilitar o rolagem horizontal (horizontal scroll), que só
atrapalha em pequenos netbooks (no meu Asus 1015, por exemplo).

A solução que encontrei é usar o Dconf-Editor para desabilitar a função indesejada.

Para tanto, instale o Editor do Dconf como preferir (via Terminal, Central de Programas ou Synaptic). Pelo APT/Terminal, o jeito mais rápido, utilize o comando:

$ sudo apt-get install dconf-editor

Agora abra o Editor do Dconf pelo Dash (digite dconf e ele será mostrado) e navegue para a chave (painel esquerdo):

org > gnome > settings-daemon > peripherals > touchpad

desmarcando a opção (painel direito):

horiz-scroll-enabled

e usando o botão Definir padrão para terminar.

Agora é só usar seu touchpad sem que as telas sambem para os lados inadvertidamente.

Fonte desta dica aqui.

Em tempo: texto quase igual a este, e com algumas imagens, foi encaminhado a Seção de Dicas do VOL.

Instalando o Dropbox no KDE4

É possível instalar o Dropbox no KDE4, funcionando na inicialização do sistema.

Para fazer isso em distribuições x86, ou de 32 bits, use os comandos abaixo no Konsole, o emulador de terminal do KDE4.

wget -O - "https://www.dropbox.com/download?plat=lnx.x86" | tar xzf -
ln -s .dropbox-dist/dropboxd .kde/Autostart/dropboxd
.dropbox-dist/dropboxd &

Agora configure sua conta Dropbox graficamente, aproveitando para verificar se o ícone do Dropbox aparece no systray (bandeja do sistema).

Para distribuições x86_64, ou de 64 bits, faça:

wget -O - "https://www.dropbox.com/download?plat=lnx.x86_64" | tar xzf -
ln -s .dropbox-dist/dropboxd .kde/Autostart/dropboxd
.dropbox-dist/dropboxd &

E, como na vez anterior, configure sua conta Dropbox graficamente e verifique o funcionamento do aplicativo.

Cursores do OS-X no Ubuntu

Para instalar o belo conjunto de cursores (ícones para o mouse) do OS-X no seu Ubuntu, abra o terminal e rode:

wget -O mac-cursors.zip http://goo.gl/xh52J
sudo unzip mac-cursors.zip -d /usr/share/icons/ && rm mac-cursors.zip
cd /usr/share/icons/mac-cursors
sudo chmod +x install-mac-cursors.sh uninstall-mac-cursors.sh
./install-mac-cursors.sh

Reinicie e veja os novos cursores em ação.

Caso queira remover:

cd /usr/share/icons/mac-cursors
./uninstall-mac-cursors.sh

Torrents no KDE4

Eu costumo baixar torrents utilizando links magnéticos através do meu navegador preferido, o Google Chrome.

No Gnome, no LXDE e no Unity, os links magnéticos funcionam bem, mas não no KDE4 com seu programa padrão para torrents, o Ktorrent.

Experimentei novos programas para fazer a combinação torrent + link magnético funcionar corretamente, e obtive sucesso com um programa chamado qBittorrent.

Fica a dica, então, bastando instalar (Ubuntu e derivados):

sudo apt-get install qbittorrent

Se o programa abrir pela primeira vez com a interface em inglês, troque pelo nosso idioma nas opções do próprio qBittorrent e o reinicie.

Abaixo, uma imagem do programa, servindo para mostrar sua simplicidade.

qbittorrent
clique para ampliar

Whisker Menu no Xubuntu

Foi uma dica do usuário xerxeslins, publicada no VOL, que me levou a conhecer o whiskermenu-plugin, mas ela é voltada para o Fedora XFCE Spin e eu uso Xubuntu 12.04, com upgrade no XFCE para 4.10.

Se você não mexeu no seu XFCE do 12.04 (se não fez upgrade via PPA, como eu), poderá utilizar o PPA para o whiskermenu-plugin, assim:

sudo add-apt-repository ppa:gottcode/gcppa
sudo apt-get update
sudo apt-get install xfce4-whiskermenu-plugin

Poderá utilizar o mesmo procedimento também para o Xubuntu 12.10 e 13.04.

Mas se você, como eu, usa o XFCE 4.10 no Xubuntu 12.04, baixe o pacote criado para o Linux Mint e instale, com o dpkg ou simplesmente com um duplo-clique no arquivo baixado. Link para os pacotes:

Baixar o pacote e instalar funciona também para o Xubuntu 12.10 e 13.04, pois ambos utilizam o XFCE 4.10, versão para a qual os pacotes dos links acima estão preparados.

Se você gostar do novo menu, deixe um comentário aqui.