Conheça o “beesu”, o “gksu” do Fedora

Quem usa Linux já deve conhecer o gksu, que é uma espécie de sudo gráfico, o que significa dizer que ele é utilizado para rodar programas fora do terminal (no X) como root.

No Fedora, no entanto, não há opção de instalar o gksu. Mas o pessoal que desenvolve aquela distro disponibiliza o beesu, que tem a mesma função.

Para instalar o beesu no Fedora:

su -c 'yum install beesu'

Para usar, via terminal ou “diálogo de execução” (Alt + F2), é igual ao gksu, ou seja:

beesu comando

O beesu utiliza a senha de root por padrão.

Anúncios

Sobre pinduvoz

Advogado por profissão, entusiasta do SL por opção.
Esse post foi publicado em Linux rpm e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Conheça o “beesu”, o “gksu” do Fedora

  1. pinduvoz disse:

    Eu citei o Fedora como destinatário do beesu, mas ele também pode ser instalado no RHEL e seus clones, dentre eles o CentOS e o Scientific Linux.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s