Aos órfãos do Satux Linux

O Satux é uma distro brasileira utilizada especialmente pela fabricante nacional de computadores CCE.

Meu contato com o Satux veio da aquisição, em 2010, de um notebook CCE WIN T35L, que veio com o Satux 2.0 instalado. Naquela ocasião, percebi que, ao contrário de várias distros nacionais que foram criadas apenas para “explorar” um determinado programa de incentivos fiscais, o Satux proporcionava um desktop Gnome bem configurado e completo, com tudo funcionando sem maiores problemas para o usuário, fosse ele experiente ou não no uso do GNU/Linux.

Eu cheguei a baixar e instalar a versão seguinte do Satux, a 3.0, que trazia um maior refinamento gráfico e iniciava com o Cairo Dock configurado “no estilo” utilizado pelos notebooks Dell da mesma época, mas, sendo usuário Ubuntu de longa data, não demorei em instalá-lo no lugar do Satux Linux.

Bom, contada a minha “história” com o Satux Linux, digo que retornei a ele por conta de uma pergunta feita no Fórum do VOL por um usuário que relatou utilizar referida distro nacional há três anos, e gostar dela a ponto de não querer substituí-la.

Isso me animou a “virtualizar” minha ISO do Satux 3.0 e responder ao usuário, inclusive sobre a possibilidade de utilizar o Satux Linux com o suporte do Debian estável, uma vez que os repositórios próprios da distro estão fora do ar.

E posso dizer que funciona, ao menos em parte.

Baseado no Debian Sid da época de seu lançamento, o Satux 3.0 aceita os repositórios do Debian Squeeze sem maiores problemas, e isso leva a distro a uma atualização parcial. Pacotes que eram do Sid da época e que não foram para o Squeeze não serão atualizados, ou seja, não receberão também quaisquer atualizações de segurança, e isso equivale a mais ou menos 50% da distro.

Por conta disso, utilizar o Satux não deve garantir a segurança que se espera do Debian, mas deve dar tranquilidade suficiente a um usuário desktop por pouco mais de um ano, contado esse prazo de agora.

Em seguida, descrevo o que é preciso fazer para que o Satux receba o suporte parcial do Debian Squeeze, que deve durar por mais doze meses a partir do já próximo lançamento do Debian Wheezy, que será a futura sétima versão daquela conceituada distro.

Abra um terminal e edite o arquivo sources.list:

sudo gedit /etc/apt/sources.list

e substitua o conteúdo do arquivo por:

deb http://ftp.br.debian.org/debian squeeze main contrib non-free
deb-src http://ftp.br.debian.org/debian squeeze main contrib non-free

deb http://ftp.debian.org/debian/ squeeze-updates main contrib non-free
deb-src http://ftp.debian.org/debian/ squeeze-updates main contrib non-free

deb http://security.debian.org/ squeeze/updates main contrib non-free
deb-src http://security.debian.org/ squeeze/updates main contrib non-free

#Debian Multimedia
deb http://www.las.ic.unicamp.br/pub/debian-multimedia/ squeeze main

#Google Chrome
deb http://dl.google.com/linux/chrome/deb/ stable main

Após a alteração, rode os comandos abaixo:

sudo apt-get update
wget -q -O - https://dl-ssl.google.com/linux/linux_signing_key.pub | sudo apt-key add -
sudo apt-get update
sudo apt-get upgrade

e prepare-se para um longo download que atualizará cerca de 50% do seu Satux Linux.

Na lista acima está o repositório do Google, possibilitando a instalação do navegador Google Chrome. O comando que começa com “wget”, também acima, instala a chave para o repositório em questão, sendo que o pacote “google-chrome-stable” pode ser instalado pelo apt:

sudo apt-get install google-chrome-stable

Falta apenas atualizar o Firefox, o que pode ser feito pelo próprio desde que seu usuário seja o “dono” da pasta dele. Para isso, faça:

who

e veja a resposta, no meu caso, que é a seguinte:

andre tty7 2013-04-13 12:01
andre pts/0 2013-04-13 13:43 (:0)

O meu usuário, então, é “andre”, cujo grupo será também “andre” (“andre:andre”). Então, no meu caso, utilizo o seguinte comando:

sudo chown -R andre:andre /opt/firefox/

Utilize o comando acima, adequando-o ao seu usuário (“seu_usuário:seu_usuário”).

Agora é só abrir o Firefox e utilizá-lo para gerenciar as suas próprias as atualizações, tal como no Windows.

Encerrando, recomendo a troca do Satux por outra distro àqueles que têm espírito aventureiro suficiente para encarar o processo de instalação (não é difícil, garanto). E, para quem ainda não está pronto, seguir os passos acima deve garantir pelo menos mais um ano de uso ao Satux.

Anúncios

Sobre pinduvoz

Advogado por profissão, entusiasta do SL por opção.
Esse post foi publicado em Linux em geral e marcado , , , , . Guardar link permanente.

25 respostas para Aos órfãos do Satux Linux

  1. Thiago Occhi disse:

    esta foi a unica maneira que encontrei para acabar com os travamentos do meu cce onix 545. faz um mês,roda lisinho lisinho,

  2. pinduvoz disse:

    Bom que ajudou.

    E agora um adendo ao post: não se pode mais usar ‘stable’ na lista de fontes (sources.list), pois a versão ‘stable’ agora é o Wheezy, ou Debian 7.

    Eu corrigi direto no post, que pode novamente ser seguido sem problemas.

  3. pinduvoz disse:

    Mais um pequeno esclarecimento: ‘stable’, no repositório do Google Chrome, refere-se à versão do próprio Google Chrome (não tem relação com o Debian, e, portanto, fica como está).

  4. Andre disse:

    Seu post me ajudou muito, eu já não sei mais o que faço com essa BOMBA que comprei :/ NADA roda o driver de vídeo bem (só o windows xp), maldita SIS 671, o notebook que comprei veio com essa tranqueira de Satux e no dia que cheguei já removi, pensei em voltar pro Satux pra ver se reconhecia o driver mas só de ler seu post eu já desisti, vou ficar sem interface gráfica, é a única saída.

  5. Hugo Alex disse:

    Opa… rapaz, não estou conseguindo reinstalar o SATUX, dá erro no CD e o link para download que achei na internet está fora do ar, não terias a imagem desse instalador? Grato. Hugo Alex

  6. Hugo Alex disse:

    Qualquer coisa upa pra minha nuvem… acessa http://nuvem.conectivainfo.com/nuvem e loga com usuário: casadopinduvoz e senha 1234.

  7. s disse:

    To com um notebook Linux Satux CCE , e quero passar o sistema operacional dele pro Windows, pois ODIEI esse sistema aqui. Tem como ? Preciso da sua ajuda URGENTE, não estou mais aguentando esse sistema. Tento baixar o Avast antivirus e mais alguns programas para a proteção dele e não estou conseguindo porque os arquivos que aparecem não estou conseguindo abrir. Ajuda por favor.
    Manda resposta por aqui ou pelo meu e-mail. s-alice2006@ig.com.br
    Agradeço desde já.

    • pinduvoz disse:

      O Satux, sendo Linux, não precisa do Avast e de nenhum outro antivírus. E ele não roda os arquivos feitos para Windows, salvo por emulação (e aí é um outro assunto).
      Quer usar Windows? Compre um e instale. Simples assim.
      Quer trocar o Satux por algo melhor? Sugiro o Ubuntu, que é gratuito e eu mesmo uso no meu CCE que veio com o Satux.

  8. samuel disse:

    diz que vc pode me ajuda meu computador e o mesmo deste post so que ja veio com o linux satux 4.00 mais nao consigo atualizar o google

  9. flavi disse:

    Não é um comentario, e sim uma pergunta:quando ligo o meu notebook ULTRA THIN U 45L, aparece a log da cce e F2 or Del Setup,F7 Boot Options e TAB Diagnostic,e não vai pra lugar nenhum, o que devo fazer?

  10. Quero trocar o meu SATUX 2.0(tem parado de funcionar de vez em quando), de desktop CCE, por LinuxMint 17(por recomendação), sem ter que fazer backup, pois tenho quase 1 Tera de arquivos. Como posso fazer isso? Agradeço a gentileza da atenção.
    Joao Fagundes

    • pinduvoz disse:

      Caso tenha só uma partição, pode tentar reparticionar para criar uma segunda, onde poderá instalar o Mint sem mexer nos demais arquivos. Feita a instalação do Mint na nova partição, que deve ter entre dez e vinte gigas (nela fica só o sistema, e isso basta), vc transforma a partição onde esta o Satux em home do Mint. Parece complicado, mas fica fácil se vc pesquisar na internet sobre instalação do Ubuntu/Mint (é a mesma coisa) e particionamento. Vale lembrar também que o próprio instalador do Ubuntu/Mint lhe dá a opção de criar uma nova partição com o espaço livre do seu disco e instalar o Ubuntu/Mint nela.

  11. Obrigado pela atenção, e fazendo a sugerido, oportunamente farei o comentario sobre o resultado

    • pinduvoz disse:

      Depende do hardware do CCE, que difere de modelo para modelo. Os 100% Intel, como o meu core i3, funcionam com todos os Ubuntus lançados depois dele. Os que têm vídeo da SIS ou da Via, costumam apresentar problemas.

  12. danillo aguiar disse:

    Boa noite amigo, tenho experiência com o satux de um antigo notbook CCE com placa gráfica SIS ! e durante tantos anos de uso linux apenas o satux e o mandriva conseguiam aceleração 3d em chipset SIS ! HOJE,qual linux vc conhece que pode ter esses drives 3d ?? Possuo vários clientes que migrama p linux p manter notebook antigos, então realmente ainda é necessário este drive.

  13. Katia disse:

    Olá! Preciso da tua ajuda, sei que já fazem anos isso e talvez não tenhas mais o dito S.O Satux, mas vai… Estou tentando resolver o caso de um cce de escola publica municipal, sou estagiaria de suporte do municipio.. O problema. O notebook teve problemas, perdeu o S.O. antigo e não estamos conseguindo um Linux que rode legal com o problema da CCE de video X wi-fi X rede. Ou um ou outro não funciona com as versões linux.
    Tens como me passar esta iso satux 3.0? Te agradeço imensamente, pois, to revirando a internet e nada de conseguir resultados.
    Abraço

    • pinduvoz disse:

      Não tenho mais a ISO do Satux. Recomendo a vc o Ubuntu e o Linux Mint para substituir o Satux. Os problemas com wifi e vídeo podem ser resolvidos nos fóruns em 99% dos casos.

  14. Eu usei o Satux de 2007 a 2009. Com o 3.0 eu fiz vários experimentos. Acredite, se você colocasse o repositório do Ubuntu (acho que 10.04 na época da descontinuidade do Satux 3.0) teria funcionado também, o que é bem bizarro. Eles configuraram um gnome2 muito bem configurado, deixando bem estável o ambiente… era uma distro com potencial. Pena que morreu…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s